28 fevereiro, 2019

Ninguém respeita o ciclista

 Foto: Hygino Vasconcellos/G1
O ciclista não é respeitado. Logo ele que está ali se locomovendo da maneira mais salutar e ambientalmente responsável de todo o trânsito.

Nessa última quarta-feira, dia 27 de fevereiro, morreu em Guaíba um homem de 85 anos que pedalava tranquilamente, atravessando uma avenida. E o pior é que quem atropelou foi uma viatura do Corpo de Bombeiros Militar da cidade. Ah, o motorista ligou para a Samu e abandonou o local, alegando 'medo de represália'.

E nesse mesmo dia o Tribunal de Justiça negou o recurso de Ricardo Neis, que atropelou em 2011 na Cidade Baixa em Porto Alegre um grupo de 17 ciclistas. O bancário não pode dirigir desde 2016 (sim, 5 anos após o fato), mas desde então responde em liberdade (sim, 8 anos após o fato). Ainda vale ressaltar o que diz na matéria do G1, "porém, após o julgamento desta quarta, é possível que o Ministério Público solicite a execução da pena, ainda que caibam recursos aos tribunais superiores".

Ninguém respeita o ciclista! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário